Meta!

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Continuando o assunto do Post anterior, dá uma olhada nisso!!!

Caça ao gordo Pobres gordos. Numa cultura que elevou a saúde, a juventude e a beleza a patamares verdadeiramente insanos, a espécie já não tinha vida fácil. Mas uma coisa é a estética; outra, bem mais grave, são os imperativos da ética. Agora, a ciência resolveu dar uma ajuda para empurrar os gordos rumo ao abismo moral. Segundo leio na imprensa do dia, a London School of Hygiene and Tropical Medicine estabeleceu uma ligação séria, e alarmante, entre os gordos e o inevitável aquecimento global. Dizem os cientistas que os primeiros são diretamente responsáveis pelo segundo. Como? Para começar, porque comem. Muito. Demais. Diariamente, um gordo consome 1.680 calorias só para sair da cama (sem grua); e mais 1.280 só para efetuar as tarefas mais banais. É incomparavelmente mais do que uma pessoa decente, ou seja, com peso "normal". Resultado: a energia dispendida para produzir cada vez mais comida contribui decisivamente para o efeito de estufa (uns 20% do problema global). No mundo, existem 400 milhões de gordos. Mas a Organização Mundial de Saúde afirma que em 2015 existirão 700 milhões. Como será possível alimentar a gula dessa gente toda sem arruinar definitivamente o planeta? O apocalipse não termina aqui. Porque os gordos não se limitam a comer. Eles também andam por aí, transportados em carros ou aviões. E o peso dos gordos exige quantidades crescentes de combustível. Por outras palavras: os gordos arruinam o ambiente e põem a perigo a sobrevivência da Humanidade. Mas não apenas o ambiente. Ao comerem como não devem e ao pesarem o que não podem, os gordos contribuem para outros problemas "menores", como a falta de alimentos no mundo e a insuportável subida dos preços do barril de petróleo. Soluções? Por enquanto, a ciência fala. Como falou no passado contra outras classes de viciosos (os fumantes, por exemplo), que foram progressivamente desumanizadas pelas sociedades higiênicas do Ocidente. Depois da ciência falar, e de estar criado o clima ideal para a intolerância e para o preconceito, os políticos terão uma palavra sobre o assunto, criminalizando certos comportamentos tidos por "desviantes" ou "anti-sociais". Já está a suceder na Europa, onde se discute seriamente se os hospitais públicos devem tratar pessoas que fumam, comem em excesso ou não praticam exercício físico com masoquismo diário. O raciocínio é exemplar: por que motivo os meus impostos devem ser usados para tratar um fumante, um gordo ou um sedentário? Curiosamente, não parece passar pela cabeça dos zelotes que os fumantes, os gordos e os sedentários também pagam impostos e, como é lógico, esperam ser tratados pelas instituições que sustentam. Essa evidência não passa pela cabeça dos zelotes porque os fumantes, os gordos e os sedentários já perderam há muito o estatuto de cidadania plena, habitando as catacumbas clandestinas da sociedade civilizada. Eu, se fosse gordo, começava a temer pelo meu generoso corpinho. E, entre a dieta ou a fuga, optava sensatamente pela dieta. Dá menos trabalho e, francamente, a Terra agradece.
*E SEU EU FOSSE BABACA COMO ELE ME MATARIA!
João Pereira Coutinho, 32, é colunista da Folha. Reuniu seus artigos para o Brasil no livro "Avenida Paulista" (Ed. Quasi), publicado em Portugal, onde vive. Escreve quinzenalmente, às segundas-feiras, para a Folha Online.
Ultimamente tenho andado bem animada com minha dieta.Minha calça que usei na lua de mel, qdo pesava 68Kg consegui entrar nela, o zíper fecha e ela está apertada, mas ela nem subia da coxa para cima, parece um sonho eu não imaginava entrar nessa calça tão cedo. Gente pensando bem só faltam 3kg chegar nos 70kg. Sem contar que as roupas estão ficando melhores no meu corpo. Lendo algumas deixas para gordos, estava pensando...a pior coisa qdo estamos de dieta é o sentimento de auto piedade,compaixão acredito que isso é do ser humano, normalmente tendemos a sempre arrumar motivo para tudo, ser vítima, bajulado, em função de sentirmos pena de nós mesmo, ai eu pergunto COITADINHA PORQUE? Apesar do mundo que vivemos estabelecer padrões de beleza, onde todos devem se enquadrar no estabeelcido, GORDURA NEM SEMPRE É DOENÇA e não é uma DEFICIÊNCIA, é isso mesmo. Eu assim como outros gordinhos que observo não somos incapacitados de realizar qq atividade em função da gordura, o que nos incapacita e discrimina é nossa sociedade padronizada. *NÃO ESTOU FALANDO DE OBESIDADE MÓRBIDA!! e mesmo assim acredito que não afeta a capacidade intelectual da pessoa(vou pesquisar sobre o assunto). As pessoas que impedem ao obeso de realizar coisas sempre com peninha, mas esse tratamento é reflexo de como nos vemos. O que estou querendo dizer com isso tudo,estar dentro do padrão ou não. Cada um tem seu organismo, biotipo ou até mesmo por questões de sáúde, logo acredito que a forma q lidamos com isso é que determina como a sociedade vai nos respeitar, se sentimos pena de nós mesmos o tempo todo as pessoas tbm sentirão, TUDO É UMA QUESTÃO DE POSTURA. Olha o que achei na net...leiam e tirem suas conclusões. “Os gordos são sempre mais simpáticos” (ou parecem ser)!!! Mas desde de quando é que umas calorias a mais igual a simpatia... nunca ouvi falar de qualquer relação entre o nosso metabolismo e a nossa disposição!!! Será que os mais gordos não se fazem de simpáticos para fazer face a uma situação que a nossa sociedade começa a fazer distinção... ser magro é ser menos simpático, mas mais facilmente aceite por todos!!! Esta teoria é engraçada... vamos ao jogo do “faz de conta”: - Um menu “Big Mac” equivale a duas horas de simpatia - Um waffle com uma bola de gelado cookie and creams com topping de chocolate de leite na Häagen-Dazs equivale a um dia de simpatia - Um jantar com entrada... prato de peixe... prato de carne... sobremesa... tudo regado com bebidas calóricas uma semana de puro êxtase! Ora bem, comer agora é felicidade... se os olhos também comem, então tome as refeições de olhos vendados que nada se vai passar! Outra prova disso são os gordos famosos: - O Pai Natal é gordo e é simpático - O Jô Soares “Beijo do Gordo” também passa no teste . Deem uma olhada no comentãrio do proximo post. Conto com a presença de vcs no meu cantinho.ahhh tem alguns blogs q não estão acessiveis para responder os recadinho,se não respondi seu recado pode ser q esteja bloqueado. Tenham um otimo final de semana.

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Veneno chamado ANSIEDADE!

Após um bom tempo sumida, voltei.Estava sem o que escrever daí resolvi dar um tempo, ainda mais que estou sem net em casa. Descobri um local para lanchar, almoçar etc... bem legal, lá é tudo light e comida natural, nada de carne vermelha, feijoada, batata frita enfim essas coisas calóricas que me fazem jacar.Sei lá mas o ambiente de lá e tudo de bom,dá outro gosto a comida, pq tudo é muito lindo e saboroso e também caro então nem sempre posso estar lá...rsrsr Então, estava eu lá no meu novo point tomando uma sopa de inhame, e comecei e refletir....hoje me pesei e estou com 73.4kg fiquei super feliz e pensando sobre a ANSIEDADE, a mesma que me fez engordar é a mesma que me atrapalhava nas dietas. Comecei a engordar qdo ficava ansioda comia que nem um porca louca no cio, e foi assim que engordei 26kg, mas por diversas vezes começava uma dieta e por ansiedade de emagrecer rápido acabava não continuando e voltando a estaca zero. Mas desta vez está sendo diferente, comecei a emagrecer e estabeleci metas, claro, mas mesmo não fazendo uma dieta tão restritiva e rigorosa ultimamente estou emagrecendo. Como de tudo, nada de exageros....nada meeesmooo. Só preciso criar coragem e fazer um exercício físico pq ainda não comecei. Seja o que for ESTOU MUITO FELIZ com os RESULTADOS!